Igreja do Evangelho Quadrangular
  • Congressos e Reuniões
  • ITQ
  • Estudos
Fundação
Histórico e Fundação

Igreja Internacional do Evangelho Quadrangular foi fundada pela evangelista Aimee Semple McPherson.
Aimee Elizabeth Kennedy nasceu em Ingersoll, Ontário, Canadá, em 9 de outubro de 1890.
Converteu-se aos dezessete anos e foi casada com o evangelista Robert Semple, com o qual seguiu como missionária para a China. Seu marido foi acometido de malária e pouco tempo depois Aimee foi obrigada a voltar aos Estados Unidos, viúva e com a filha recém-nascida em seus braços.
Em 1917, iniciou sua maratona pelos Estados Unidos com várias campanhas em diversas cidades do país. Em 1922, durante um culto na cidade de Oakland, ela recebe a visão do evangelho quadrangular, termo que daria nome à igreja por ela fundada em janeiro de 1923, com a inauguração do Angelus Temple, em Los Angeles, Califórnia.
Aimee faleceu em setembro de 1944. Seu filho Rolf McPherson assumiu a presidência da igreja, e depois exercida pelo Reverendo Paul Risser.

Projetos de Aimee

Durante seu ministério Aimee não apenas fundou a Igreja Internacional do Evangelho Quadrangular e o Angelus Temple, ela também foi responsável:

1 - Pela criação do Life Bible College e da Torre de Oração, na qual diversas pessoas se revezavam em turnos de duas horas para que houvesse um clamor a Deus 24 horas por dia.
2 - Pela inauguração da terceira estação de rádio de Los Angeles, a KFSG (Call FourSquare Gospel).
3 - Pela fundação da Cruzada Internacional do Evangelho Quadrangular.
4 - Pela organização do departamento de Assistência Social do Angelus Temple, o qual alimentou e vestiu cerca de meio milhão de pessoas durante a Depressão e a Segunda Grande Guerra.
5 - Pela publicação de diversas revistas e periódicos, além da elaboração de diversos livros, peças, óperas sacras, músicas (incluindo o Hino Oficial da Igreja do Evangelho Quadrangular) e sermões.

A sede mundial da Igreja do Evangelho Quadrangular se encontra em Los Angeles, Califórnia (EUA), mas ela funciona de forma autônoma em cada país.
A Igreja do Evangelho Quadrangular, baseada na Bíblia, tem um enfoque profundamente Cristo-cêntrico e é uma das igrejas pentecostais pioneiras do avivamento carismático do início do século XX.
Mantendo firme sua dedicação pela evangelização do mundo, nasceu da vontade do Espírito Santo e não de uma divisão ou cisma de igrejas e se conserva unida para a glória de Deus.
Concebido no coração do Pai, o evangelho quadrangular é uma mensagem gloriosa, sólida como a rocha, o mesmo Jesus Cristo sobre o qual está fundamentado.

Jesus Cristo Salva

Jesus Cristo como Salvador é tipificado no ROSTO DO HOMEM.
Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina:

A - O "rosto do homem" Jesus Cristo, o Salvador
B - Evangelho LUCAS
C - Como apresenta Jesus Como "Filho do Homem"
D - Símbolo da Salvação Cruz
E - Cor simbólica na bandeira Jesus Cristo, o Salvador Escarlate (vermelha)

1 - Jesus Cristo, o Salvador
A - O primeiro rosto que Ezequiel viu foi o "ROSTO DE HOMEM" representando Jesus Cristo, o "Filho do Homem", como Salvador que foi sacrificado por nós. Todos necessitamos desse Salvador, porque todos pecamos (Rom. 3.23).É necessário crer n'Ele (Atos 16:31) para nascer de novo (João 3:3) e ter o nome escrito no livro da vida (Apoc. 20:15). Para sermos salvos, Cristo morreu por todos e ressuscitou (Rom. 8:34). Ele intercede por nós (Heb. 7:25), defende-nos (I João 2:1-2) e liberta-nos do pecado e da morte (Rom. 8:2). Jesus Cristo, o Salvador, é nosso Cordeiro da Páscoa (I Cor. 5:7); como o povo de Israel no Egito foi protegido da morte pelo sangue de um cordeiro sacrificado, assim Jesus nos protege da morte eterna pelo Seu sangue e nos garante a salvação. (Ex. 12:1-7; I João 2:2).
Este é o primeiro aspecto do Evangelho Quadrangular: JESUS CRISTO, O SALVADOR.

B - O EVANGELHO DE LUCAS apresenta Jesus Cristo, o Salvador que "veio buscar e salvar o que se havia perdido". (Lucas 19:10).

C - Lucas apresenta o Salvador Jesus Cristo como "FILHO DO HOMEM", perfeito e ideal no corpo,alma e espírito. Este evangelho foi escrito especialmente para os gregos, cujo ideal era o homem perfeito.

Quem é o "FILHO DO HOMEM"? O "FILHO DO HOMEM" é o "FILHO DE DEUS".
Em João 1:1 lemos: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus".
Continuando, a Escritura declara em João 1:14 que "...o Verbo se fez carne, e habitou entre vós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade". I Timóteo 3:16 explica: "E sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade; aquele que se manifestou na carne, foi justificado em espírito, visto dos anjos,pregando aos gentios, crido no mundo, e recebido em cima na glória".
Por que o Verbo se fez carne?1 - Para ter corpo a ser oferecido como sacrifício pelos pecados dos homens. "...santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo..." (Hebreus 10:10)

2 - Para que Seu sangue pudesse ser uma expiação sobre o altar (a cruz), pois, "É o sangue que faz expiação pela alma". (Lev. 17:11)

3 - Para que se tornasse o perfeito Cordeiro do sacrifício. (João 1:29; Isa. 53:7; I Pedro 1:18,19)

4 - Para que Deus pudesse manifestar a expressão máxima do Seu amor para com o mundo. (João 3:16)
Vejamos alguns aspectos humanos de Jesus que a escritura focaliza:
1 - É "a semente da mulher". (Gen. 3:15)
2 - É "o homem de dores e trabalhos". (Isa. 53:3)
3 - Chamou-se a si mesmo o "Filho do Homem" (Mat. 9:6)
4 - Teve fome (Lucas 4:2), teve sede (João 19:28), cansou-se (João 4:6), foi tentado (Heb. 4:15), sentiu agonia (João 11:35), sentiu dor (Mar. 8:31), sentiu pesar (Mat. 26:38).

5 - "A si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se semelhança de homens". (Fil.2:7,8 - Ed. Atualizada).

6 - Sofreu como homem: Foi cuspido, flagelado, ridicularizado, desdenhado, rejeitado, humilhado e morto. "Certamente levará as nossas aflições e removerá as nossas tristezas" (Isa.53:4).
O "FILHO DO HOMEM" ressuscitou ao terceiro dia (I Cor. 15:4), foi visto por muitos (I Cor. 15:4-8), subiu ao céu (Atos 1:9) e está à mão direita de Deus Pai. (Heb. 1:1, 3).

D - O SÍMBOLO da Salvação é a CRUZ. Está vazia porque Cristo vive. (I Cor. 1:18-20)
E - A doutrina da Salvação está simbolizada na bandeira da Igreja do Evangelho Quadrangular pela cor escarlate, representando o sangue de Cristo derramado por nós.

Jesus Cristo Batiza

Jesus Cristo como Batizador no Espírito Santo é tipificado no ROSTO DO LEÃO. Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina:

A – O "rosto de leão"
B – Evangelho
C – Como apresenta Jesus
D – Símbolo do Batismo no Espírito Santo
E – Cor simbólica na bandeira Jesus Cristo o Batizador no Espírito Santo.
F - João como "Filho de Deus" PombaOuro (amarela)

2 – Jesus Cristo, O Batizador no Espírito Santo

A – O segundo rosto que Ezequiel viu foi o "ROSTO DE LEÃO" representando Jesus Cristo como Batizador no Espírito santo. Quando lemos na Palavra de Deus que Sansão, Davi e Benaia mataram um leão (Juízes 14:5-6; I Samuel 17:34-36; II Samuel 23:20), sempre pensamos em pessoas muito valentes; isto porque o leão é símbolo de força e poder. O primeiro e o último livro da Bíblia falam de Jesus como leão. A profecia "Judá é um leãozinho" (Gen. 49:9) é referente a Jesus, que viria da tribo de Judá. Será cumprida ainda no futuro, como lemos no último livro da Bíblia. "E disse-me um dos anciões: Não chores, eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu para abrir e desatar os sete selos". (Apoc.5:5)

Este Leão que disse: "É-me dado todo poder no céu e na terra" (Mat. 28:18), foi reconhecido pr João Batista como o Batizador no Espírito Santo: "... Aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu... Ele vos batizará com o Espírito Santo..." (Mat. 3:11)

Nos últimos dias do seu ministério Jesus disse: "... Convém que eu vá, porque se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas se eu for enviar-vo-lo-ei". (João 16:7). Pouco antes de Sua ascensão, Jesus disse aos discípulos: "... na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo não muito depois destes dias". (Atos 1:5) Jesus considerou tão importante o Batismo no Espírito Santo que ordenou aos Seus discípulos "Ficai, porém, na cidade de Jerusalém até que do alto sejas revestido de PODER". (Lucas 24:49)

Esta promessa concretizou-se no Dia de Pentecostes. Vejamos o relato em Atos 2:1-4. "E cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; e de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem." Esta preciosa promessa tornou-se realidade desde os tempos apostólicos. Vejamos os acontecimentos em Samaria, Cesaréia e Efeso:

1 - Um ano após o Pentecostes, em Samaria, os samaritanos "receberam o Espírito Santo" (At. 8:1-24). O falar em línguas como manifestação do Espírito é evidente, porque Simão, o mágico, ofereceu dinheiro pelo poder de transmitir este dom manifestado diante de seus olhos.

2 - Oito anos depois do Pentecostes (At. 10:1-48), em Cesaréia, Cornélio, gentio, como "muitos que ali se haviam ajuntado" (At. 10:27), estavam ouvindo as palavras de Pedro, quando veio o Espírito Santo sobre eles e "... todos quantos tinham vindo com Pedro maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios... Porque os ouviam falar em línguas, e magnificar a Deus" (At. 10:44-46).

3 - Vinte anos depois do Dia de Pentecostes (At. 19:1-6), em Efeso, veio o Espírito Santo sobre uns doze varões que estavam ouvindo a palavra de Paulo, e e "falavam línguas e profetizavam" (AT. 19:6).

B - João apresenta Jesus, como o Batizador "que batiza com o Espírito Santo" (Jo. 1:32,33).

C - João apresenta Jesus, o Batizador, como "Filho de Deus" e afirma: "Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o CRisto, o FILHO DE DEUS" (Jo. 20:31). Seu Evangelho foi escrito para os cristãos do mundo todo.

João não apresenta a origem humana de Jesus, mas abre o seu Evangelho com a afirmação positiva da Sua divindade. "No princípio era o Verbo... e o Verbo era Deus" (Jo 1:1). Além disso o próprio Jesus identificou-se com o Pai: "... dizia que Deus era Seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus" (Jo. 5:18). Aceitou a exclamação de Tomé: "Senhor meu, e Deus meu !" (Jo. 20:28). Afirmou Sua eternidade: "Antes que Abraão existisse, EU SOU" (Jo. 8:58).

D - O símbolo do Batismo com Espírito Santo é a POMBA (Mt. 3:16).

E - Este aspecto do Evangelho Quadrangular está simbolizado na bandeira pela cor de OURO, tipificando o fogo celestial do Espírito Santo.

Jesus Cristo Cura

Jesus Cristo como Médico é tipificado no ROSTO DO BOI. Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina:

A - O "rosto de boi" Jesus Cristo, o Médico
B - Evangelho MARCOS
C - Como apresenta Jesus Como o "Servo"
D - Símbolo da Cura Divina O cálice
E - Cor simbólica na bandeira Jesus Cristo, o Médico Azul-clara

3 - Jesus Cristo, o Grande Médico

A - O terceiro rosto que Ezequiel viu foi o "ROSTO DE BOI", representando Jesus Cristo como nosso Grande Médico. Como Pode o boi ser compara do a Jesus? Analizando este ponto, a fundadora de nossa obra conclui que a semelhança está nas características do boi, o mais belo símbolo do suportador-de-cargas. Em Deuteronômio 14:4 é o primeiro citado na relação dos animais limpos. É manso, obediente e fiel até à morte. Isto foi precisamente o que Jesus mostrou através de toda sua vida (Mat. 11:29), e finalmente no Calvário (Fil. 2:7-8), levando sobre Si, com grande sofrimento, o peso de nossos pecados, vergonha e doença. "Seu parecer estava tão desfigurado, mais do que o de outro qualquer..." (Isa. 52:14) ao morrer, tornou-se vencedor sobre o pecado, enfermidade, morte e inferno, pois, "Tragada foi a morte na vitória". (I Cor. 15:54b).

Vejamos algumas evidências da Cura Divina através das Escrituras:

1 - Deus fez um pacto com o povo de Israel quando saiu do Egito: "Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e obrares o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito: porque EU SOU O SENHOR QUE TE SARA (Jeová Rafa)" (Êxodo 15:26).
2 - Jesus foi apontado pelo profeta Isaías como aquele que levou as nossas doenças."Verdadeiramente Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre Si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.Mas Ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, PELAS SUAS PISADURAS FOMOS SARADOS". (Isaías 53:4-5)
3 - A profecia citada acima cumpriu-se no início do ministério de Jesus, segundo nos relata Mateus. "E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e Ele com a Sua palavra expulsou deles os espíritos, e curou todos os que estavam enfermos, para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças". (Mateus 8:16-17).
4 - Eis as preciosas palavras do Salmista Davi, referindo-se a Jesus "É Ele que perdoa todas as tuas iniqüidades, e sara todas as tuas enfermidades". (Salmos 103:3).
5 - Mateus 9:35 apresenta Jesus em Seu ministério tríplice: "E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ENSINANDO nas sinagogas deles, e PREGANDO O EVANGELHO do reino, e CURANDO TODAS AS ENFERMIDADES entre o povo".
6 - Jesus deu aos Seus discípulos poder sobre espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo mal. (Mat. 10:1).
7 - Após a ascensão de Jesus Cristo "muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo PELAS MÃOS DOS APÓSTOLOS... e até das cidades circunvizinhas concorria muita gente a Jerusalém, conduzindo enfermos e atormentados de espíritos imundos, os quais TODOS ERAM CURADOS". (Atos 5:12,16).
8 - "JESUS CRISTO TE DÁ SAÚDE", disse Pedro a Enéias, paralítico havia oito anos. (Atos 9:33-34).
9 - Entre os nove dons dados aos crentes pelo Espírito Santo estão os "dons de curar" (I Cor. 12:8-11).
10 - Pedro, na sua primeira epístola, registra o duplo benefício do sacrifício de Cristo no Calvário: SALVAÇÃO e CURA DIVINA."Levando Ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e PELAS SUAS FERIDAS FOSTES SARADOS". (I Pedro 2:24).
11 - Eis o pacto de Cura Divina no Novo Testamento: "Estáalguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados". (Tiago 5:14-15).

Jesus nos mostra como tomar posse da Cura Divina:

"Perdi, e dar-se-vos-á... porque , aquele que pede, recebe..." (Mat. 7:7-5)
"Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei" (João 14:14).
"Se vós estiverdes em Mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito". (João 15:7).
"Tudo é possível ao que crê" (Marcos 9:23)
"Crede que o recebereis, e tê-lo-eis". (Marcos 11:24).
O mesmo Jesus que curou durante o Seu ministério terreno e nos dias dos apóstolos, cura hoje porque Ele é "o mesmo ontem, hoje e para sempre". (Hebreus 13:8).

B - O EVANGELHO DE MARCOS apresenta Jesus Cristo, o Grande Médico, que "levou sobre Si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre Si..." (Isaías 53:4)

Esta profecia cumpriu-se no início do ministério de Jesus na terra. (Mateus 8:16-17).

C - Marcos apresenta Jesus, o Grande Médico, como "Servo". "Porque o Filho do Homem também não veio para ser servido, mas para servir". (Marcos 10:45).

Este evangelho foi escrito para os romanos, um povo militar que possuía um certo orgulho em obedecer aos seus superiores. (Observe Lucas 7:8) Jesus, como o perfeito Servo, disse, "Não como eu quero,mas como Tu queres", referindo-se ao Grande Ser em comando. (Mat. 26:39) Comparou o fato de fazer a vontade de Deus a um manjar que O satisfazia mais do que o alimento para o corpo. (João 4:30-34) Oh! Que tenhamos o desejo ardente de ser obediente de maneira semelhante!

D - O Símbolo da Cura Divina é o Cálice. (I Cor. 10:16)

E - Este aspecto é também simbolizado na bandeira da Igreja do Evangelho Quadrangular pela cor azul, a cor do céu, de onde vem a cura divina.

Jesus Cristo Voltará

Jesus Cristo como Rei que há de vir é tipificado no ROSTO DE ÁGUIA. Temos o seguinte esboço para o estudo desta doutrina:

A - O "rosto de águia" Jesus Cristo, o Rei que há de vir.
B - Evangelho MATEUS.
C - Como apresenta Jesus Como "O REI"
D - Símbolo da Segunda Vinda A coroa.
E - Cor simbólica na bandeira Púrpura (roxa)

4 - Jesus Cristo, o Rei que há de vir.

A - O quarto rosto que Ezequiel viu quando estava entre os cativos junto ao rio Quebar foi o "ROSTO DE ÁGUIA", representando Jesus Cristo, o Rei que há de vir. A águia é considerada o rei dos pássaros. Com seu olhar penetrante perscruta as distâncias dos elevados céus, sobre às nuvens, desce das alturas vertiginosas e carrega os seus filhotes sobre as asas estendidas. Faz o seu ninho nos penhascos mais elevados, e o reveste com a penugem tirada do seu próprio peito. É um símbolo atraente do nosso Rei Futuro, nossa Águia-Rei, que tem o seu lar no supremo Céu e está preparando para nós uma morada no Alto, comprada a custa de sua própria vida.

No Velho Testamento várias profecias apontam Jesus Cristo como Futuro Rei:

1 - Jacó profetizou sobre sua realeza: "O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Silo; e a ele se congregarão os povos". (Gen. 49:10).

2 - Isaías profetizou Seu Segundo Advento: "Do incremento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino, para o firmar e o fortificar em juízo e em justiça, desde agora e para sempre; o zelo do Senhor dos Exércitos fará isto". (Isa. 9:7)

3 - Jeremias também profetizou acercar do Rei: "Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, sendo rei reinará, e prosperará, e praticará o juízo e a justiça na terra. Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o seu nome, com que o nomearão: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA".(Jer. 23:5-6).

4 - A Daniel foi revelado: "... e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino o único que não será destruído". (Daniel 7:13-14).

O Novo Testamento contém 260 capítulos onde há 318 referências acerca de Sua Segunda Vinda. Vejamos algumas:

1 - O anjo Gabriel disse que Seu reino seria eterno: "este será grande, e será chamado filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai, e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim". (Lucas 1:32-33)

2 - o PRÓPRIO Jesus garantiu aos discípulos que voltaria. (João 14:2-3; Mat. 24:27; Lucas 12:40). Ensinou aos discípulos a orar pela Sua vinda. (Mateus 6:10).

3 - Os anjos explicaram a um perplexo grupo de discípulos a maneira como voltaria. (Atos 1:10-11).

4 - Tiago também mencionava a vinda do Senhor. (Tiago 5:8)

5 - O Apóstolo Paulo fala do Seu Segundo Advento cinqüenta vezes. (I Cor. 15:51-52; Tito 2:13).

6 - João, tanto no seu Evangelho como nas Epístolas, fala da volta do Senhor: (João 5:28-29; I João 3:2).

7 - No último capítulo do último livro da Bíblia está a preciosa promessa: "Certamente cedo venho". Em seguida vem a exclamação profunda do coração de Sua igreja: "Ora vem, Senhor Jesus". (Apoc. 22:20).

De que Maneira Jesus Voltará?

1 - "Esse Jesus" (Atos 1:11) não virá com um espírito invisível, mas com um corpo que teve após a Sua ressurreição que podia ser tocado (Lucas 24:39), podia comer (Lucas 24:42-43), e que pode ser visto por Estevão (Atos 7:56).

2 - Voltará exatamente como foi: "Esse Jesus... há de vir assim como para o céu o vistes ir". (Atos 1:9).

3 - Virá como ladrão de noite (I Tess. 5:2; Apoc. 16:15), inesperadamente (Mat. 24:36), para levar o tesouro - os que lhe pertencem, os que lavaram seus vestidos no sangue do Cordeiro. (Apoc. 7:14).

4 - No arrebatamento Ele virá com alarido: "Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor" (I Tess. 4:16, 17).

5 - Na Revelação virá com grande glória e poder - não como o carpinteiro de Nazaré, coroado de espinhos, mas virá como o Rei da Glória em cuja cabeça estará a coroa de honra e glória, em cujas mãos estará escrito o Seu nome: "REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES". (Apoc. 19:11-16).

Quando a Grande Águia se lançar voando através dos portais do céu, será para levar para o Alto os Seus, os que n'Ele puseram sua fé, vigiaram e esperaram pela Sua vinda; virá para transportá0los para Jerusalém Celestial (Heb. 12:22), "... e assim estaremos para sempre com o Senhor".

B - O EVANGELHO de MATEUS apresenta Jesus Cristo, O Futuro Rei. (Mateus 27:37; João 18:37).

C - MATEUS apresenta Jesus como Rei que voltará para buscar Sua noiva e depois tomará seu cetro e governará todas as nações durante mil anos, na terra. O livro foi escrito para os hebreus,que há muito esperavam pelo Messias Rei, herdeiro legítimo do trono de Davi. A fim de evidenciar Sua descendência real,Mateus abre o livro com Sua genealogia, começando assim: "O livro da geração de Jesus Cristo, filho de Davi". (Mat. 1:1).

D - O Símbolo da Segunda Vinda é a Coroa. (Apoc. 14:14; 19:12).

E - A doutrina da Segunda Vinda está simbolizada na bandeira da Igreja do Evangelho Quadrangular pela cor púrpura (roxa), tipificando a realeza de Jesus Cristo - "REI DOS REIS, E SENHOR DOS SENHORES". (Apoc. 19:16).

Pedido de Oração

Seja qual for o seu problema, peça que com fé Deus lhe atenderá.


Canal da Benção

Ouça aqui a palavra de Deus.

Assista o culto ao vivo! (em breve)

1ª Igreja do Evangelho Quadrangular | Sede Regional de Ponta Grossa - PR
Rua Minas Gerais, 922 | 42 3223-9055
Produzido por Andrews Roberson